Blog
Blog > Como funciona o lance de um consórcio?

Como funciona o lance de um consórcio?

Como funciona o lance de um consórcio?

Na hora de entrar para o Consórcio Jockey, muitas são as dúvidas que surgem na cabeça dos interessados. A principal delas é se para ser contemplado precisa aguardar o sorteio. Será que só assim é possível receber a carta de crédito?

 

Muitas pessoas ainda não sabem exatamente como funciona o Consórcio Jockey e por isso acham que demora muito para receber a carta de crédito.

 

Entretanto, para poder realizar o sonho do carro novo, da casa própria ou ainda de aumentar a frota, não é necessário esperar ser sorteado para ser contemplado.

 

Existem outras maneiras de adiantar esse processo e, pensando nesses questionamentos, resolvemos esclarecer de uma vez por todas essa dúvida.

 

Podemos dizer que é possível adiantar o recebimento da carta de crédito através de lances.  Porém, para dar um lance é preciso ter um dinheiro guardado ou então utilizar parte da carta de crédito como pagamento.

 

Ficou curioso para saber mais sobre quais os tipos de lance disponíveis e também qual o momento certo de ofertá-lo? Confira abaixo.

 

 

 

Tipos de lance em consórcio

Nem sempre para ser contemplado e receber a carta de crédito é preciso depender exclusivamente da sorte. O lance pode ser uma ótima alternativa para adiantar a contemplação.

 

Vale destacar que  que o valor mínimo do lance oferecido pelo consorciado varia de acordo com a administradora e com o contrato definido com o participante.

 

O Consórcio Jockey trabalha com três tipos de lance e cada participante pode optar por aquele que mais se enquadra ao seu perfil. São eles:

 

 

 

1. Lance fixo
Para oferecer o lance fixo é preciso saber qual a quantia proporcional ao montante total da carta de crédito foi predeterminado pela administradora.

 

Dessa maneira, todos os participantes conseguem saber o valor do lance a ser dado de forma antecipada.

 

Caso mais de um consorciado ofereça um lance fixo, é realizado um sorteio entre eles para saber quem fica com a carta de crédito.

 

Vamos dar um exemplo para ficar mais fácil. Suponhamos que o lance de um consórcio imobiliário possa corresponder a 20% da carta de crédito. Se o imóvel é estimado em R$ 300.000,00, o valor do lance fixo será para todos os participantes de R$ 60.000,00.

 

 

2. Lance livre
Nesse tipo de lance os valores não são determinados antecipadamente. Portanto, o consorciado pode oferecer qualquer quantia em relação ao valor que precisa ser quitado.

 

No lance livre o consorciado pode ofertar no mínimo 10% do saldo devedor e no máximo o percentual de quitação do grupo. Será vencedor o participante que ofertar o maior percentual sobre o crédito, obedecendo ao limite máximo permitido pelo grupo.

Sendo assim, podemos supor que, caso o valor da carta de crédito seja R$ 70.000,00 e o saldo devedor R$ 55.000,00, seu lance livre pode ser de no mínimo R$ 5.500,00, ou seja, 10% do saldo devedor.

 

 

3. Lance embutido

No lance embutido a lógica é um pouco diferente dos outros dois. Nesse caso, uma parte do valor da carta de crédito é oferecida para tentar antecipar a contemplação.

 

Entenda no exemplo a seguir. Um consorciado que teria direito a uma carta de crédito de R$ 100 mil reais, pode oferecer 30% dela (conforme determinado pela administradora), dando um lance de R$ 30 mil. Caso o lance dele seja vencedor, a carta de crédito sofrerá o desconto do valor do lance e o contemplado terá R$ 70 mil à disposição.

 

Esse é o tipo de lance em que o consorciado não precisa ter o dinheiro em mãos, de fato. Ao ser contemplado, o participante utiliza parte da sua futura carta de crédito para pagar o valor ofertado como lance. Agora se o seu lance não for vencedor, tudo continua da forma como estava.

 

Entretanto, neste caso é importante saber que, ao utilizar uma parte do crédito para pagar o lance embutido, o valor que restará para a aquisição do bem será menor. E fica a critério de cada administradora definir o percentual mínimo e máximo para utilizar o lance embutido, porém o mesmo deve constar em contrato.

 

Apesar de ser uma boa estratégia, o lance embutido deve ser feito de forma planejada, para conseguir aproveitar os seus benefícios.

 

 

 

Entre as principais vantagens do lance embutido em consórcio estão:

 

 

  • Aumenta as chances do consorciado ser contemplado e adquirir o seu bem rapidamente;
  • Permite a contemplação sem precisar ter dinheiro guardado;
  • O consorciado consegue aproveitar boas condições, caso encontre o bem que tanto procurava;
  • Livre acesso aos participantes, uma vez que qualquer um pode utilizar o lance embutido.

 

 

Depois de esclarecidos todos os tipos de lance, podemos dizer, de forma geral, que os lances livres e fixos são mais interessantes para quem possui um dinheiro guardado e pode utilizá-lo para antecipar a contemplação.

 

Por outro lado, o lance embutido pode ser uma boa opção para quem se interessou por um bem de valor menor se comparado ao que foi previsto no início do consórcio.

 

 

 

 

Como saber se vale a pena dar um lance?

Como você já sabe, o consórcio é uma maneira mais fácil e prática de adquirir um bem ou serviço. Ele funciona através da formação de um grupo cujos participantes possuem um objetivo em comum. Isso é o que acontece no Consórcio Jockey.

 

A administradora de consórcio então reúne as pessoas com o mesmo perfil, através do valor das parcelas e prazo de pagamento, e agenda as Assembleias mensais, onde um consorciado é contemplado por sorteio ou através de lances.

 

Porém, o que muita gente ainda não sabe é que não é preciso ter um dinheiro guardado para dar um lance. Se você tem pressa para resgatar o bem e quer aumentar as chances de ser contemplado, pode apelar para o lance embutido, cujo valor é descontado da carta de crédito.

 

No Consórcio Jockey qualquer participante pode dar um lance para conseguir garantir a carta de crédito antes do previsto. Porém, para saber se vale ou não a pena propor um lance, é preciso focar muito mais na sua situação financeira do que em qualquer outro fator.

 

Em primeiro lugar você precisa observar não só as ofertas em si, mas também o número de parcelas que ainda faltam e, obviamente, se você tem condições para lidar com todo esse custo.

 

Feito isso, indicamos que veja as condições que o Consórcio Jockey oferece para cada tipo de lance. Uma boa opção é dar preferência para os lances fixos, uma vez que os valores envolvidos costumam ser mais baixos que as ofertas dos livres.

 

O fato é que, independentemente do tipo de lance que deseja fazer, você deve ter um objetivo bem definido antes de decidir se é o momento ou não de ofertá-lo.

 

Agora se a sua meta é conseguir logo a carta de crédito e adquirir o bem que tanto deseja, porém você não pretende ou não tem condições de dar um lance alto, a melhor estratégia então pode ser entrar em um grupo do Consórcio Jockey já existente, quando possível.

 

Para que você possa entender melhor, vamos explicar porque essa pode ser uma boa alternativa.

 

Esse é um bom plano porque, nos grupos novos, a tendência é que muitos dos consorciados já estejam ansiosos para antecipar a contemplação, geralmente fazendo ofertas mais altas e com uma certa frequência, até alcançarem seu objetivo.

 

Por outro lado, em um consórcio em andamento, os ânimos costumam estar menos exaltados, amenizando a disputa e reduzindo o valor dos lances.

 

Conseguiu entender por que pode ser mais vantajoso entrar para um grupo de consórcio em andamento, caso queira adiantar a contemplação através de lances?

 

 

 

Como funciona o lance de um consórcio?

 

 

Como dar um lance de sucesso

Como você já sabe, qualquer participante do Consórcio Jockey pode dar um lance para conseguir garantir a carta de crédito antes do previsto.

 

Entretanto, para saber se vale ou não a pena propor um lance é preciso focar muito mais na sua situação financeira do que em qualquer outro fator, mas também é necessário levar em conta o momento certo.

 

Mas então quando devo ofertar um lance no Consórcio Jockey?

 

Em primeiro lugar você deve fazer uma análise da sua situação financeira, do saldo devedor e então decidir se tem condições de arcar com esse custo.

 

Em seguida, você precisa analisar condições oferecidas para cada tipo de lance. Cada participante pode optar por aquele que mais tem a ver com o seu perfil e cujo valor esteja dentro do seu orçamento.

 

Uma dica é evitar dar lances logo no início do grupo, pois os participantes estão mais animados para pegar logo a carta de crédito, então oferecem valores maiores.

 

Um outro ponto é evitar épocas em que os trabalhadores recebem décimo terceiro ou bônus, pois eles podem tentar dar lances mais altos para conquistar a carta de crédito.

 

Lembre-se, existem três tipos de lances (livres, fixos e embutidos) e cada um deles pode ser utilizado de acordo com a situação do consorciado.

 

Antes de propor um lance, converse com a sua administradora de consórcio para escolher o lance que mais se enquadra ao seu perfil.

 

E também não se preocupe. Caso não tenha condições de dar um lance, mantenha-se no grupo, pagando as parcelas em dia, pois quem sabe a sua sorte não chega antes mesmo do que você imagina.

 

Uma coisa é certa no consórcio: todos os participantes irão receber a carta de crédito em algum momento.

 

Portanto, não se desespere caso não consiga oferecer um lance logo de cara. No momento certo você conseguirá realizar o seu sonho.

 

 

 

 

 

Como funciona o Consórcio Jockey

O consórcio é uma modalidade que está ganhando cada vez mais adeptos e isso se deve, em grande parte, às inúmeras vantagens desse sistema, entre elas, a não cobrança de taxa de juros.

 

Além disso, o Consórcio Jockey disponibiliza grupos dos mais variados perfis, com valor total e de parcelas que cabem no orçamento de todos os clientes.

 

Portanto, engana-se quem pensa que é preciso esperar ser sorteado para comprar o bem que tanto sonhou. Nessa modalidade, o consorciado pode fazer uma oferta de lance para ser contemplado mais rapidamente.

 

A grande vantagem é que no Consórcio Jockey você paga uma parcela mensal bem menor do que nos financiamentos tradicionais.

 

Outro ponto que merece atenção é que não há cobrança de juros e tudo cabe no seu orçamento. É um investimento seguro para quem não tem pressa e quer adquirir um bem com planejamento.

 

Podemos dizer que o Consórcio Jockey é ideal para quem é disciplinado, sabe investir, não tem pressa e tem planejamento!

 

As vantagens do Consórcio Jockey são:

  • Planos sem cobrança de juros
  • Você escolhe o prazo de pagamento
  • Liberdade de escolha do bem
  • Entrega garantida
  • Seguro de Vida em grupo

 

 

 

 

 

Por que escolher o Consórcio Jockey

Se você está em busca de um consórcio para comprar um veículo, caminhão ou imóvel então precisa conhecer o Consórcio Jockey.

 

O Consórcio Jockey possui anos de tradição e atua no segmento de consórcio em todo território nacional. Comercializamos cotas de imóveis, pesados e veículos e contamos com uma equipe de profissionais altamente treinados e capacitados para atender nossos clientes com excelência.

 

Nesses 55 anos de atividades no cooperativismo, sempre atuamos com parceria e compromisso. Nosso objetivo é garantir segurança e satisfação aos consorciados, prestando serviços de qualidade.

 

Não perca mais tempo. Essa é a sua chance de realizar o sonho da sua família sem precisar entrar no vermelho.

 

Agora que você já sabe como funciona o lance de um consórcio, entre em contato com o Consórcio Jockey para saber qual a melhor opção para você!