Blog
Blog > Como usar o FGTS em consórcios de imóveis?

Como usar o FGTS em consórcios de imóveis?

Como usar o FGTS em consórcios de imóveis?

Muitas pessoas que optam pelo consórcio de imóveis não sabem as vantagens que ele proporciona. Além de não haver incidência de juros, como ocorre nos financiamentos, ainda é possível utilizar o FGTS para amortizar, liquidar e pagar parte das prestações de consórcios imobiliários com o saldo da conta vinculada.

Se você possui um dinheiro parado no Fundo de Garantia e quer saber como usar o esse saldo para pagamento de consórcios imobiliários, continue lendo este post.

Quem tem direito?

Para ter direito a esse benefício, o trabalhador precisa estar atento a algumas regras. Confira abaixo as premissas para o uso do FGTS em consórcios de imóveis:

  • O imóvel deve estar localizado na mesma cidade em que o trabalhador exerça a sua profissão ou resida há mais de um ano (incluindo municípios vizinhos ou região metropolitana);
  • O consorciado não pode ser proprietário, usufrutuário ou cessionário de algum imóvel no mesmo município de residência ou no mesmo local de seu trabalho, bem como não pode ser detentor de financiamento ativo do SFH (Sistema Financeiro da Habitação) em qualquer parte do território nacional, na data da aquisição do imóvel;
  • Tanto o imóvel quanto a cota de consórcio devem estar em nome do trabalhador titular da conta vinculada;
  • O consorciado precisa ter trabalhado, no mínimo, três anos sob o regime do FGTS (em uma única empresa ou em várias);
  • O imóvel deve ser residencial urbano e precisa ter sido adquirido com os recursos da carta de crédito do consórcio;
  • O valor avaliado para o imóvel, na data da aquisição, deve respeitar o limite estabelecido pelo SFH, atualmente estipulado em 500 mil reais.

Como é feito o pagamento através do FGTS?

Quando o trabalhador decide usar o saldo do FGTS para realizar o pagamento do consórcio ele precisa saber que o saque deve ser realizado de uma só vez, com limite de até 500 mil reais.

Caso ele queira realizar um novo pagamento através do FGTS precisará respeitar o limite de dois anos entre uma movimentação e outra.

Também é possível usar o FGTS para pagar prestações em atraso, desde que ele não seja maior do que três parcelas.

Quando não é possível utilizar o FGTS?

Como já falamos anteriormente, o saldo do FGTS pode e deve ser utilizado para pagamento de consórcio imobiliário. Porém, essa regra não é válida quando a carta de crédito estiver sendo usada para quitação de consórcio de um imóvel, quando o titular deseja adquirir um terreno ou um imóvel comercial ou ainda quando o titular deseja fazer a reforma de um imóvel.

Por que escolher o Jockey Consórcio

O Jockey Consórcio possui anos de tradição e atua no segmento de consórcio em todo território nacional. Comercializamos cotas de imóveis, pesados e veículos e contamos com uma equipe de profissionais altamente treinados e capacitados para atender nossos clientes com excelência.

Nesses 55 anos de atividades no cooperativismo, sempre atuamos com parceria e compromisso. Nosso objetivo é garantir segurança e satisfação aos consorciados, prestando serviços de qualidade.