Blog
Blog > O que fazer depois da contemplação

O que fazer depois da contemplação

O que fazer depois da contemplação

A partir do momento em que o Consórcio Jockey avisa da contemplação, é preciso então seguir alguns estágios. É sobre cada um deles que vamos falar a seguir. Confira!

 

Apresentação de garantias

A liberação da carta de crédito exige, em alguns casos, que o contemplado apresente garantias, que podem ser outro bem em nome do consorciado ou um de fiador.

 

No caso a opção seja pelo fiador, ele também precisará apresentar seus documentos e passar por uma avaliação cadastral. Sendo assim, a pessoa não pode: ter nome sujo, ter protestos em seu nome, ser menor de 18 ou maior de 65 anos e ser cônjuge do consorciado.

 

Realizar a entrega dos documentos pessoais

Os documentos podem variar de acordo com a categoria do Consórcio Jockey. Porém, a relação dos documentos básicos inclui: ficha cadastral atualizada, RG ou CNH, CPF ou CNPJ, comprovante de endereço em que conste o nome do consorciado e comprovante de renda, quando solicitado.

 

Avaliação do bem desejado

A documentação que irá constatar a condição de cada bem é diferente de acordo com a sua natureza.

 

No caso do Consórcio Jockey de imóveis é necessário que todos os documentos solicitados para a compra do imóvel, novo ou usado, possuam atestado de legalidade da propriedade, afastando dúvidas sobre pendências jurídicas, fiscais ou trabalhistas. O restante da papelada inclui: instrumento particular com força de escritura pública, matrícula do imóvel atualizada, certidão negativa de tributos municipais, cópia da certidão atualizada do estado civil e certidão de valor venal.

 

Já para imóveis em construção o Consórcio Jockey ainda pede: planta aprovada pela prefeitura ou órgão competente, memorial descritivo (também exigido em reformas), alvará e cronograma da construção (também necessário para reformas).

 

Para quem aderiu ao Consórcio Jockey de autos, primeiro devem ser informados modelo, cor e ano do veículo. Se o mesmo for usado, serão solicitados ainda o número do chassi e vistorias recentes. Os outros documentos necessários são: cópia do Documento Único de Transferência (DUT), quando o vendedor for particular, nota fiscal original, nota promissória assinada e contrato de alienação fiduciária assinado e reconhecido em cartório.

 

Por que escolher Consórcio Jockey

O Consórcio Jockey possui anos de tradição e atua no segmento de consórcio em todo território nacional. Comercializamos cotas de imóveis, pesados e veículos e contamos com uma equipe de profissionais altamente treinados e capacitados para atender nossos clientes com excelência.

 

Nesses 55 anos de atividades no cooperativismo, sempre atuamos com parceria e compromisso. Nosso objetivo é garantir segurança e satisfação aos consorciados, prestando serviços de qualidade.

 

Entre em contato com o Consórcio Jockey agora mesmo para saber qual o melhor consórcio para você http://consorciojockey.com.br